PRATA-PARAÍSO

cartaz-final-caixa%cc%83o-prata-paraiso-janeiro-2017

A montagem da Cia. Espaço em Branco aborda a complexa temática da morte contando a história de um jovem artista, falecido há muito tempo vítima do HIV, que retorna da escuridão para acertar contas com sua família e sociedade heteronormativa.

PRATA-PARAÍSO é uma escatologia no sentido mítico, uma fábula gay sobre o fim do homem e da civilização. Uma extravagância politicamente afiada, nutrida pelo sangue glorioso e contagioso dos artistas QUEER aos quais presta-se homenagem. Nela, o encenador JdR radicaliza sua relação com o teatro em si, levando ao ápice questões presentes em suas montagens anteriores – a atitude underground do faça você mesmo e as interferências causadas por outros suportes, que misturam-se e aprofundam a performance. A cena descarnada e tecnológica é um convite à imaginação ativa dos espectadores.

Ficha técnica:

Direção: JdR – João de Ricardo / Texto: O grupo livremente inspirado em “Pterodactyls”, de Nicky Silver / Elenco: Andrew Tassinari, Douglas Jung e Eduardo d’Ávila / Trilha sonora pesquisada: o grupo / Figurino e maquiagem: o grupo / Iluminação, som, vídeos e espaço: JdR – João de Ricardo / Duração: 105min / Recomendação etária: 18 anos

Anúncios